Caso CNC: É hoje que o Combate a corrupção é posto à prova

Caso CNC: É hoje que o Combate a corrupção é posto à prova

Notícias de Angola – Caso CNC: É hoje que o Combate a corrupção é posto à prova

A sentença dos réus do “Caso CNC”, em que estão implicados o ex-ministro dos Transportes, Augusto Tomás, e antigos gestores do Conselho Nacional de Carregadores, será conhecida hoje, quinta-feira (15), no Tribunal Supremo. Na verdade, tal decisão não é apenas esperada pelos réus, pois a sociedade está expectante, tendo em conta a campanha do actual Presidente, João Lourenço, eleito em 2017 de combater à corrupção e à impunidade.

Para alguns, este é o “maior caso na justiça angolana nos últimos tempos”, que julga pela primeira vez um ministro após a sua exoneração.

Os réus são acusados, da prática de peculato, branqueamento de capital, associação criminosa e artifícios fraudulentos para desviar fundos do Estado, com o fim de capitalizar as suas empresas e algumas entidades privadas.

O montante é estimado em mais de mil milhões de kwanzas, 40 milhões de dólares e de 13 milhões de euros do Conselho Nacional de Carregadores (CNC).

Até ao termo das audiências e discussão de julgamento (18 de Julho), que se iniciou a 31 de Maio, o MP manteve as acusações constantes no processo.

Os outros réus arrolados neste processo são o ex-director-geral do CNC, Manuel António Paulo, e antigos directores-adjuntos Isabel Bragança, Rui Manuel Moita e Eurico Pereira da Silva.

Nos autos estão, igualmente, arrolados 14 testemunhas e 31 declarantes.

C/ CK

Read Previous

Escoltas de JES pedem renda por tempo prolongado longe da família

Read Next

Caso CNC: Augusto Tomás condenado a 14 anos de prisão

%d bloggers like this: