Domingo, novembro 29, 2020

País assinala o dia mundial dos enfermeiros, com falta deles

Notícias de Angola – País assinala o dia mundial dos enfermeiros, com falta deles

Angola assinalou ontem o Dia Mundial da Enfermagem e dos Enfermeiros, numa altura em que se debate com poucos Recursos Humanos neste sector. Ainda recentemente, no passado mês de Fevereiro, a Ministra angolana da Saúde, Sílvia Lutucuta, admitiu que são necessários 30 mil médicos e 66 mil enfermeiros para responder às necessidades de uma população atendida actualmente, segundo estimativas oficiais, apenas por 28 mil enfermeiros.

País assinala o dia mundial dos enfermeiros, com falta deles

Segundo os profissionais deste sector, são numerosos os desafios em relação ao futuro. Melhores condições salariais, de trabalho e promoção das carreiras são algumas das reivindicações dos enfermeiros angolanos que representam mais de 70% da força de trabalho de um sistema nacional de saúde com carências.

Com efeito, ao defender um maior investimento público no sector, a Ordem dos Enfermeiros de Angola revelou ontem que mais de 10 mil profissionais estão no desemprego quando o sistema de saúde do país precisa de mais Recursos Humanos.

Numa mensagem divulgada ontem, o Presidente João Lourenço enalteceu a “dedicação e sacrifício” da classe em Angola, sublinhando as “condições difíceis” em que os enfermeiros levam avante a sua missão.

Ao admitir que o Estado “deve continuar a empenhar-se cada vez mais na melhoria das condições de vida e de trabalho” dos profissionais do sector, o chefe de Estado recordou que o Governo aprovou o novo “regime de carreira” cujo objectivo é o reconhecimento e valorização da classe, um regime que abrange actualmente cerca de 7 mil enfermeiros, segundo o executivo.

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: