Basquetebol: Petro de Luanda pode se sagrar campeão hoje

Basquetebol: Petro de Luanda pode se sagrar campeão hoje

O Informativo Angolano sabe que, o Petro de Luanda pode se sagrar campeão nacional de basquetebol caso saia vitorioso no jogo desta noite de segunda-feira 13, contra o 1º de Agosto. Os homens do ” Eixo-Viário” levam vantagem de 3-0 no playoff a melhor de sete.

Basquetebol: Petro de Luanda pode se sagrar campeão hoje
Petro de Luanda pode se sagrar campeão hoje

Dez anos depois, a história pode repetir-se na Cidadela Desportiva. Com novos protagonistas, a “dança do Romero” vai marcar o quarto jogo dos play off do campeonato nacional sénior masculino de basquetebol. O Petro de Luanda defronta o 1º de Agosto motivado para encerrar o Unitel Basket 2018-2019, depois de três vitórias consecutivas. Em caso de vitória, vai ser a segunda vassourada dos petrolíferos aos militares, depois da de 1999 com Waldemiro Romero e Mário Palma na liderança das equipas.

O jogo, que pode servir de decisão, é disputado às 18h00 na quadra principal da Cidadela Desportiva. A turma de Lazare Adingono depende de si mesmo para voltar a erguer o troféu de campeã nacional. A última vez aconteceu em 2015.

Podes ler também:

Kabuscorp envia à FIFA comprovativo de pagamento à Rivaldo

As vitórias em casa do adversário (87-84 e 77-65) e na sua casa (74-71) impulsionam um conjunto humilhado na fase regular do Unitel Basket. Lazare Adingono e pupilos querem evitar os outros três jogos previstos. Para o jogo de hoje, a turma de eixo preparou uma “armada” que aposta no lançamento exterior e na luta de tabelas. O timoneiro sai com um cinco virado ao ataque, no qual se destacam o base Childe Ndundão, os extremos Carlos Morais e Gerson Gonçalves “Lukeny”, o extremo-poste Leonel Paulo e o poste Divaldo Mbunga. No banco de suplentes, Lazaré Adingono tem o base Joaquim Pedro “Quinzinho”, os extremos Benvindo Quimbamba, Rafael Silva, Olímpio Cipriano; os postes Kendal Gray, Aboubakar Gakou e Aldemiro João.

A vida não está facilitade a Paulo Macedo e pupilos. O 1º de Agosto está obrigado a vencer para manter o sonho do título e evitar a vassourada. A tarefa não é fácil, mas não é impossível. Os militares têm argumentos para estancar a “hemorragia” ofensiva dos petrolíferos e alcançar a primeira vitória dos play offs.

O 1º de Agosto preparou-se para anular os pontos fortes do Petro de Luanda. Vai sair cauteloso e jogar no erro do adversário. Os militares devem estar certeiros no jogo ofensivo e defender bem para lograr a vitória. Paulo Macedo deve sair com cinco composto pelo base Armando Costa, os extremos Emmanuel Quezada e Islando Manuel, os postes Eduardo Mingas e Felizardo Ambrósio. No banco de suplementes, estão os bases Hermenegildo Santos e Carlos Cabral, os extremos Pedro Bastos, Edson Ndoniema, Tarcio Domingos e os postes Mutau Fonseca e Andre Harris.

Em caso de vitória da equipa de Lazare Adingono, o Petro de Luanda vai conquistar o 13º título da sua história. O 1º de Agosto é o líder do ranking nacional com 18 títulos.

JOGO DO TÍTULO
Sete mil bilhetes estão à venda

Sete mil bilhetes estão disponíveis para o público que pretende testemunhar a segunda vassourada dos petrolíferos sobre os militares do Rio Seco.

O departamento de Marketing e de Comunicação, em parceria com a de organização de jogos do Petro de Luanda, pretende abarrotar a casa no jogo que pode encerrar a 41ª edição do Campeonato Nacional de Basquetebol sénior masculino. Em declarações ao Jornal dos Desportos, o chefe de departamento de Comunicação e Marketing do Petro de Luanda, João Cláudio, assegurou que a direcção liderada por Tomás Faria tem “tudo acautelado” para a realização do jogo. “Colocamos à venda sete mil bilhetes com vários preços que variam entre 500 e dez mil kwanzas”, disse.

Para a testemunhar a “dança de Romero”, cada espectador pode fazer a sua escolha. No último piso, o bilhete custa 500 kwanzas. Atrás das tabelas, o interessado desembolsa 1,5 mil kwanzas. As bancadas laterais custam mil kwanzas. Na bancada central, o bilhete custa três mil kwanzas. Os camarotes estão à venda no valor de cinco mil kwanzas. Quem quiser vivenciar o jogo na quadra, deve pagar 10 mil kwanzas.

Os sócios beneficiam cinco porcento de descontos. João Cláudio acrescentou que os portões do pavilhão principal da Cidadela Desportiva estão abertas a partir das 15h00. A venda de bilhetes acontece a partir das 8h00 nas bilheteiras da ex-catedral dos desportos de sala do país.

O homem forte da área de marketing assegurou que está acautelado a parte cultural, a segurança, o corpo de bombeiros e o Enema. O dirigente pediu a presença de adeptos das duas equipas para colorir o melhor do basquetebol continental.

 

0 Reviews

Write a Review