Inaugurado novo viaduto que liga camama e golfo II

Inaugurado novo viaduto que liga camama e golfo II

Notícias de Angola – Inaugurado novo viaduto que liga camama e golfo II

O viaduto de ligação entre a estrada do Camama e a avenida comandante Pedro de Castro Van-dúnem “Loy”, em Luanda, cujas obras estão avaliadas em 26 milhões de euros, foi aberto este sábado, pelo Presidente da República, João Lourenço.

Inaugurado novo viaduto que liga camama e golfo II
Inaugurado novo viaduto que liga camama e golfo II

As obras do nó viário, com uma extensão de 282 metros, construído com rampas de acesso e tabuleiro de 80 metros, duraram oito meses.

De sentido único na estrada do Camama para a Comanadante “Loy”, a elevação do nó, com duas faixas de rodagem, é o oitavo de um conjunto de 40 viadutos enquadrados no programa especial de obras públicas para a cidade de Luanda, segundo o ministro das Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida.

A construção incluiu a micro e macro drenagem, o elevado do nó viário da rotunda do Cemitério de Camama e o binário na Avenida Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy”, na província de Luanda.

A Via Expressa fica, assim, ligada a Camama e à Avenida Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy” em aproximadamente 10,5 quilómetros.

A construção do viaduto, que contou com uma força de trabalho de mais de 100 trabalhadores nacionais e uma dezena de expatriados, destinase a beneficiar o tráfego proveniente das diversas localidades vizinhas, para facilitar a circulação dos veículos, pessoas e mercadorias, além de melhorar, de forma razoável, a mobilidade e acessibilidade da região.

Apesar de os empreiteiros assegurarem comodidade e segurança dos utentes, os moradores da mesma zona exigem a colocação de semáforos, pedonais ou quebra molas para evitar o excesso de velocidade e eventuais atropelamentos.

Outros viadutos, da Boavista, do Sambizanga, Unidade Operativa, Zango e Kilamba foram inaugurados em Agosto passado. Manuel Tavares de Almeida considerou ser prioridade adequar as obras previstas no plano director metropolitano de Luanda e às exigências da SADC, contribuindo, deste modo, para um maior desenvolvimento da capital do país, Luanda.

O dirigente referiu que o plano prevê a construção de 24 viadutos, estando oitos já construídos e outros em execução, como, por exemplo, o do novo aeroporto. Para a realização da obra, cerca de três mil residências foram demolidas. Segundo a comissão de moradores do Camama, as famílias afectadas foram devidamente indemnizadas.

“Existe um acordo entre os munícipes e os técnicos do INEA, só no local deste viaduto, houve cerca de 60 acordos”, tendo acrescentado existirem muito mais casos ao longo da via do Camama.

Read Previous

João Lourenço aprova a construção do ANGOSAT-3

Read Next

Angola poupa 80 milhões de dólares com produção da Biocom

Deixe aqui o seu comentário

%d bloggers like this: