Quinta-feira, outubro 1, 2020

Vice-presidente da Costa do Marfim deixa o cargo

África – Vice-presidente da Costa do Marfim demite-se do cargo

O vice-presidente da Costa do Marfim, Daniel Kablan Duncan, deixou o cargo, disse a presidência na segunda-feira, um anúncio que vem logo após a morte repentina do primeiro-ministro Amadou Gon Coulibaly em 8 de julho.

O vice-presidente da Costa do Marfim Daniel Kablan Duncan, de 77 anos, “entregou sua renúncia ao presidente por motivos pessoais em 27 de fevereiro”, afirmou em comunicado lido pelo chefe de gabinete Patrick Achi.

“Após várias conversas, a última das quais ocorreu em 7 de julho, o presidente aceitou e em 8 de julho assinou o decreto que encerra os deveres de Duncan.”

Os rumores de que Duncan estaria deixando o cargo circularam por vários dias.

Tradicionalmente, ele é visto como próximo do presidente Alassane Ouattara, mesmo sendo membro de um partido que já fez parte de sua aliança política antes de se juntar à oposição.

Em janeiro de 2017, ele se tornou o primeiro vice-presidente da história da Costa do Marfim, ocupando um cargo criado sob uma nova constituição adotada em 2016.

Ouattara “gostaria de prestar homenagem a um grande servo do estado, um homem de poder e compromisso”, acrescentou o comunicado.

Sua partida foi anunciada apenas cinco dias após a morte chocante de Coulibaly, 61, uma figura popular vista como sucessora ungida de Ouattara para as eleições previstas para outubro.

Coulibaly havia acabado de retornar à Costa do Marfim após uma estadia de dois meses na França, onde recebeu um stent coronário para aliviar problemas cardíacos.

Um dos principais produtores mundiais de café e cacau, a Costa do Marfim ainda carrega as cicatrizes de uma breve guerra civil que eclodiu quase uma década atrás.

AN

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: