Hello, AMP world.
POLÍTICA

UNITA reage a anulação do seu congresso pelo Tribunal Constitucional

outubro 5, 2021 7:46 pm

Notícias de Angola – UNITA reage a anulação do seu congresso pelo Tribunal Constitucional

O maior partido da oposição em Angola UNITA, reagiu nesta noite de terça-feira 5 de outubro de 2021 em comunicado, à notícia sobre a anulação do seu congresso pelo Tribunal Constitucional que elegeu o Eng Adalberto Costa Júnior como o presidente do partido do galo negro.
COMUNICADO DE IMPRENSA
O Secretariado Executivo do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA tomou conhecimento de “notícias” que circulam nas redes sociais retomadas pela TV ZIMBO, segundo as quais o Tribunal Constitucional anulou o Congresso, no caso o XIII, que elegeu, o Eng Adalberto Costa Júnior, para Presidente da UNITA.
A ser facto, é curioso que a primeira a ter conhecimento tenha sido a TV ZIMBO, antes da UNITA e do seu Presidente, enquanto parte interessada no referido processo.
Na verdade é mais uma peça teatral tosca, de actores inábeis do regime que usam os meios públicos de comunicação social para provocar o pânico, o alarmismo e a instabilidade nas hostes da UNITA e do país em geral, a que a UNITA se recusa, com veemência, a fazer parte.
A UNITA aguarda por uma decisão idônea do Tribunal Constitucional, alicerçada apenas e só no rigor do cumprimento da técnica jurídica formal, como de resto é obrigação dessa jurisdição.
O Secretariado Executivo do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA, apela a serenidade e resiliência dos militantes, simpatizantes e amigos da UNITA, nesta hora que a pátria exige o melhor dos seus filhos e exorta-os a cerrarem fileiras em torno da direção do Partido e do seu líder, Eng Adalberto Costa Júnior.
Luanda, 5 de Outubro de 2021
O Secretariado Executivo do Comité Permanente da Comissão Política da UNITA.

 

Share

Recent Posts

Tags: Transportes em Angola Viagens internacionais

Novo Aeroporto de Mbanza Kongo vai gerar cerca de 500 postos de trabalho

Tags: Telecomunicações em Angola Televisão em Angola

Televisão por satélite vai custar 10,8 milhões de euros