Terça-feira, setembro 29, 2020

Mediateca do Bié por equipar causou “embaraço” ao governo angolano

Notícias de Angola – Mediateca do Bié por equipar causar embaraço ao governo angolano

O Informativo Angolano sabe que, Durante o seu discurso sobre o Estado da Nação na terça-feira, em Luanda, na abertura do ano parlamentar, João Lourenço fez um balanço da sua ação governamental por mais de dois anos, afirmando que a mediação do Bié foi inaugurada em 2019.

A informação concluída por ser desmentida por vídeos pode ser removida nas redes sociais, que é mostrada ou o equipamento ainda é envolto por chapas metálicas. Na capital do Bié, Cuíto, onde esteve por uma visita de dois dias, João Lourenço admitiu que havia uma falha no governo.

“Alguém criou uma situação embaraçosa para o executivo, que estamos investigando o sentido de responsabilizar quem fez”, assumiu João Lourenço num encontro com jovens do Bié, onde foi alertado para a necessidade de equipar uma mediateca.

Em Assunção de Embaraço, recebida com palmas, João Lourenço juntou-se à promessa de “apetrechamento em tempo de gravação” do equipamento, uma vez que “uma obra está efetivamente pronta”, e já fez as medidas nesse sentido.

“Vamos ver se você está estabelecendo o Dia da Independência Nacional, 11 de novembro”, anunciou o chefe do executivo angolano, novamente interrompido pelos aplausos.

Conteúdo Relacionado: PR João Lourenço viaja ao Bié para avaliar problemas econômicos e sociais

Ao longo de quase duas horas, em uma iniciativa que projetou como “Diálogos com a Juventude” João Lourenço ouviu como sugestões de vários grupos de jovens, concordando com algumas e rejeitando outras, ouviu queixas sobre projetos de conclusão, desabafos sobre falta de emprego , falta de instalações esportivas, falta de bolsas de estudo, falta de casas com preços baixos e baixos.

Até o início de um jovem, Faustino Sassambo, porta-voz do corredor centro-sul do país que pediu ao Presidente “mais fiscalização nos projetos” e “mais atenção à identidade da equipe que ajuda, pois sente-se que muitas das vezes, algumas das situações em que não chegam exatamente com o que é a realidade dos cidadãos ”.

Propostas que João Lourenço promete: “Vamos seguir o seu conselho e exigir mais membros do executivo, principalmente o que diz respeito ao dever de comunicar e comunicar bem”.

Mediateca do Bié

O presidente disse que deve tentar atender a todas as situações relacionadas, mas que “quando os filhos pedem muito, ou o pai tem dificuldades em atender tudo” e considerar o que é necessário saber usar.

O chefe do governo angolano também foi confrontado com casos de famílias que beneficiaram de projetos habitacionais e quais não têm direito e apelam à ocorrência dessas situações.

“Havia pensionistas-fantasma e ex-combatentes-fantasma. Há fantasias em todo o local, pessoas que não têm direito a certos benefícios, mas ficam com eles recorrendo a esquemas de esperteza e prejudicando quem, de fato, tem direito ”, referiu João Lourenço, dizendo que o mesmo se passa na habitação.

“Há quem consiga adquirir mais uma casa do Estado, é preciso que haja uma parte dos cidadãos. Quem conhece esses casos deve denunciar para proteger quem de fato tem direito ”, exortou.

O Presidente angolano esteve no Bié durante dois dias para avaliar os problemas econômicos e sociais mais importantes nesta província de Angola e aproveitou para inaugurar o novo terminal de passageiros do Aeroporto Joaquim Capanga, um hospital regional no município de Cuemba e uma nova obra de consumo de água no Cuíto.

Visitou também o cemitério-memorial dos Mártires do Cuíto e manteve encontros de auscultação com uma sociedade civil e organizações de jovens.

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

Receba as últimas notícias

Assine nossa Newsletter Semanal

Seja notificado sobre novos artigos

%d bloggers like this: