Isaías Samakuva em vias de ser expulso da UNITA

isaías samakuva UNITA

Notícias de Angola – Isaías Samakuva em vias de ser expulso da UNITA

Um grupo próximo de Adalberto Costa Júnior, reuniu no último fim-de-semana, após a chegada do actual líder do galo negro da visita que efectuou aos Estados Unidos da América, onde terão discutido a possibilidade de expulsão de Isaías Samakuva do partido, como forma de contrapor o acórdão do Tribunal Constitucional mais esperado da história da democracia angolana.

Segundo o Correio da Kianda, na UNITA, o grupo de Costa Júnior alegam ‘infidelidade partidária’ por parte de Samakuva, por considerarem que, está a colaborar com o regime para inviabilizar Adalberto Costa Júnior de concorrer as próximas eleições.

A fonte que temos vindo a citar, avança que o grupo vai encabeçar uma lista que terá como objectivo destituir Samakuva, caso o TC anule o último congresso, e propor uma comissão de gestão a ser dirigido por Adalberto Costa Júnior.

“Nós temos o plano B para contornarmos uma provável resposta negativa no acórdão do Tribunal Constitucional, disse a nossa fonte, que considera que Isaías Samakuva já não controla a UNITA.

“Presidente Samakuva perdeu o controlo do partido, desde o momento em que decidiu apoiar o mano Sakala. Nos temos a situação controlada”, concluiu a fonte.

Recorde-se que o clima no interior da UNITA andam muito exaltados, após sirgirem informações que dão como certo, o regresso de Isaias Samakuva nos próximos dias, a liderança da UNITA.

De acordo com informacões avançadas ao Correio da Kianda junto de uma fonte fidedigna, neste sábado, 19, o Tribunal Constitucional prepara-se para anunciar oficialmente nos próximos dias a anulação do XIII congresso ordinário da UNITA realizado em dezembro do ano passado, que voltou a eleger Adalberto Costa Junior, como Presidente do Partido do Galo Negro.

Entre os argumentos esgrimidos pelo Tribunal Constitucional neste segundo acordáo que anula mais uma vez o congresso da UNITA, estão os princípios e direitos protegidos pela constituição e pela lei dos partidos políticos e pelos estatutos da UNITA, e que foram violados.

Correio Kianda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: