Abel Chivukuvuku diz que a crise económica em Angola é artificial

Notícias de Angola – Abel Chivukuvuku diz que a crise económica em Angola é artificial

O Informativo Angolano soube que, o político Abel Chivukuvuku, antigo líder da CASA-CE, disse esta sexta-feira, 14, em Luanda, que a situação dos angolanos está mais difícil desde que João Lourenço chegou ao poder, em 2017, e que a crise financeira foi criada pelo rombo que fizeram aos cofres do Estado. Chivukuvuku fez estas afirmações durante uma conferência regional dos apoiantes do seu futuro partido que será conhecido na primeira quinzena do mês de Agosto.

Abel Chivukuvuku diz que a crise económica em Angola é artificial

“Desde 2017 que a vida dos angolanos piorou, está mais difícil, não houve alternância em Angola, houve sim, mudança ao nível do topo porque é o mesmo partido que está no poder desde 1975 com os mesmos vícios, programas e actores, e que, pelos vistos, não vai mudar mais”, salientou o político.

Abel Chivukuvuku acrescentou também que o novo discurso do Executivo apenas visa camuflar as insuficiências.

“Essas novas palavras apenas visam distrair os angolanos”, reforçou.

Para o político, o partido no poder há 44 anos é constituído por uma grande maioria de cidadãos antipatriotas que delapidaram o País.

“Está a ficar provado que grande parte dos nossos governantes não eram mais do que criminosos”, afirmou.

No entanto, Chivukuvuku espera que haja suficiente coragem da parte do Executivo para não abrandar o seu programa de luta contra a corrupção, embora tenha certas dúvidas.

“Eu tenho dúvidas porque grande parte dos criminosos andam à solta. Nas províncias os governadores comportam-se como sobas, os administradores municipais como reis, não pode continuar assim, temos de ter um País de cidadãos” realçou.

Nesta primeira conferência regional dos apoiantes do seu futuro partido político, Abel Chivukuvuku disse que em Agosto vai anunciar o nome da sua nova formação política que será deferente do passado.

“Andaremos no País todo onde todos os cidadão poderão fazer parte e conjuntamente vamos estruturar a nova força política, que será a nova força de alternância em Angola”.

“Aqueles que vão caminhar comigo preparem-se, porque os desafios que nos aguardam serão enormes”, declarou Abel Chivukuvuku aos jornalistas.

De realçar que nesta primeira conferência regional dos apoiantes de Abel Chivukuvuku, compareceram mais de 500 jovens, que mostraram total apoio ao seu futuro líder político.

Fonte: NJ

%d bloggers like this: