Quarta-feira, setembro 30, 2020

FMI adia pagamento de tranche a Angola até à negociação da dívida com a China

Notícias de Angola – FMI adia pagamento de tranche a Angola até à negociação da dívida com a China

O director do Departamento africano da consultora Eurasia comunicou hoje aos investidores que o FMI não enviou a tranche de 547 milhões de dólares do empréstimo a Angola, até 30 de Julho, como acordado, devido à incerteza do resultado das negociações entre Angola e a China, para reestruturação da dívida angolana.

Segundo nota enviada pela Eurasia, a que a Lusa teve acesso “este adiamento da decisão do conselho de administração e o aumento da dotação total do programa aconteceu provavelmente devido aos receios
de alguns administradores, e do próprio FMI, sobre as conversações de reestruturação da dívida com a China”.

O consultor dá no entanto como certa a aprovação do aumento do empréstimo em mais 740 milhões de dólares “já que esta subida ainda está dentro da alocação de Angola dos direitos especiais de saque no Fundo”. Recorde-se que o acordo global do FMI com Angola é de 3,7 mil milhões.

Darias Jonker esclarece que do ponto de vista da Eurasia as relações entre o FMI e Angola são “muito estáveis na Presidência de João Lourenço, que encara o programa como o caminho mais sustentável para conseguir manter o crescimento e as reformas económicas”.

“Devido à dívida extremamente alta de Angola, que vai passar os 120% do PIB este ano, e os riscos relacionados com a pandemia, um acordo com os três maiores bancos credores chineses que contemple mais do que uma simples extensão da maturidade dos empréstimos é visto por alguns administradores do FMI como essencial para resolver o problema da sustentabilidade da dívida de Angola”, refere a nota divulgada pela Lusa.

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: