Skip to content Skip to footer

Saúde abre concurso público para preencher mais de cinco mil vagas

Vagas de emprego – Saúde abre concurso público para preencher mais de cinco mil vagas

Está aberta uma quota adicional para admissão de 5.511 profissionais no sector da Saúde para sete províncias do país.

Diferente dos demais concursos, de acordo com uma nota da Direcção Nacional de Recursos Humanos do Ministério da Saúde, este concurso está aberto aos candidatos que por exiguidade de vagas não foram admitidos no Concurso público de 2022.

Os profissionais que vão preencher as vagas vão trabalhar nos novos hospitais gerais de Viana, Bengo, e nos municipais do Luau (Moxico) e Ecunha (Huambo), bem como nos hospitais gerais do Cuanza Norte, Cuanza sul e do Cunene, que também serão inauguradas neste ano de 2024.

Os candidatos abrangidos pela medida têm o período de 13 a 24 de Maio para apresentação das respectivas documentações, nomeadamente o Requerimento em folha de 25 linhas, cópia do Bilhete de Identidade, Original e cópia de Certificado de habilitações literárias, Original e cópia da declaração de reconhecimento do INAARESS, para os candidatos com formação feita no exterior, ainda as coordenadas bancárias, Certificado de vacinação da Covid-19 com as três doses, duas fotografias tipo passe.

Aos candidatos das carreiras de médico, enfermeiro, técnico de diagnóstico e terapeuta, é exigido a também a cédula profissional.

Entretanto, o ministério alerta que a selecção dos candidatos para o preenchimento das vagas obedece aos critérios de concorrente das províncias com vagas, começando pela maior nota, especialidade e necessidade do sector.

Entrega de documentos

Os candidatos da província de Luanda, de acordo com o comunicado datado de 9 de Maio corrente, devem apresentar a documentação na escola de formação técnica de saúde, ex-IMS de Luanda, no distrito da Maianga e os do Bengo no hospital Geral Reverendo Guilherme Pereira Inglês.

Já nas províncias do Cuanza Sul, Cuanza Norte, Cunene, Huambo e Módico a entrega é feita nos gabinetes provinciais da Saúde.

Leave a comment