Milionário egípcio é patrão da Angorascom, atual terceira rede móvel angolana

Notícias de Angola – Milionário egípcio é patrão da Angorascom, atual terceira rede móvel angolana

O Presidente da Republica João Lourenço tornou público no dia 5 de Novembro de 2019, em diário da República Iª Série n.º 142, um despacho Presidencial n.º 193/19, que autoriza a subconcessão do serviço móvel da exploração do Título Global Unificado, concedida a favor da empresa «Angola Telecom, E.P.».

No mesmo despacho o Chefe de Estado subdelega ao Ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação no Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), a tratar dos aspectos técnicos e legais necessários para a materialização da subconcessão da exploração do serviço móvel a favor da empresa «Angorascom Telecomunicações, S.A.».

Numa pesquisa feita aos ficheiros do Guiché Único (organismo do estado que cria as empresas nacionais) e a Imprensa Nacional de Angola (Jornal oficial do Estado), não consta qualquer registo da «Angorascom Telecomunicações, S.A.».

Entretanto em entrevista a Emissora de Radiodifusão do Executivo Angolano, o responsável da Angola Telecom, Adilson Santos, detentora da licença móvel da mesma empresa esclareceu que «Angorascom Telecomunicações, S.A.», é sucursal da Multinacional  Orascom: “…e que não se trata de uma venda mas sim de um parceiro” disse

Orascom Technology Systems (OTS), é propriedade do Bilionário egípcio Naguib Sawiris que a dois anos vendeu a ONTV, um canal de televisão local de sua propriedade, para Ahmed Abu Hashima, um bem-sucedido empresário egípcio.

Quem é Naguib Sawiris

Naguib Sawiris de nome nativo  nasceu aos 15 de Junho de 1954 (65 anos) na cidade do Cairo, Egito.

Sawiris Conhecido pela Orascom Telecom Media and Technology Holding S.A.E. Património líquido US $ 5,5 bilhões (maio de 2018) (Bloomberg) casou com Ghada Gamil Sawiris com quem tem quatro filhos.

Desde que ingressou na Orascom, empresa familiar em 1979, a Sawiris contribuiu para o crescimento e a diversificação da empresa, tornando-se hoje um dos maiores e mais diversificados conglomerados do Egito e o maior empregador do sector privado do país.

Sawiris construiu os sectores ferroviário, de tecnologia da informação e de telecomunicações da Orascom. A administração decidiu dividir a Orascom em empresas operacionais separadas no final dos anos 90: Orascom Telecom Holding (OTH), Orascom Construction Industries (OCI), Orascom Hotels & Development e Orascom Technology Systems (OTS).

Em Angola em determinados sectores questiona-se o facto da criação da «Angorascom Telecomunicações, S.A.» não constar do Diário da República, pelo que terá havido algum “nepostismo” desta autorização de subconcessão do serviço móvel da exploração do Título Global Unificado, concedida a favor da empresa «Angola Telecom, E.P.» uma empresa pública.

C/ LPN

%d bloggers like this: