Atualidade – TAAG contrata pilotos estrangeiros para trabalharem durante o período de greve

O Sindicato de Pilotos de Linha Aérea (SPLA), que deu iniciou esta sexta-feira, 07, a um período de greve de 10 dias, para exigirem da administração da TAAG reajuste salarial e valorização profissional, acusa a empresa de ter contratado pilotos estrangeiros para este período.

A informação foi avanças pelo Sindicato de Pilotos de Linha Aérea no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, tendo assegurado que os pilotos angolanos não têm nada contra os pilotos estrangeiros contratados, mas lamentam o facto de a companhia ter que gastar mais dinheiro na contratação destes pilotos.

“Somos apologistas que se devem trazer para bordo aqueles que agreguem valor e não para os que apenas venham encarecer o custo da companhia”, explicou Miguel Prata, presidente do sindicato dos pilotos da TAAG.

Segundo Miguel Prata sublinha ainda que a Lei da Greve é clara ao dizer que não se pode substituir os profissionais em greve por requisição civil. “Agora, os advogados que interpretem”.

O sindicalista assegura que há uma clara violação às normas e que o sindicato irá fazer as queixas devidas.

“Vamos fazer as queixas. Se vão ser atendidas ou não, esperamos que haja Lei e que se cumpra”, avançou.

Segundo o presidente do sindicato dos pilotos da TAAG, esta greve está a acontecer porque não houve consenso nas negociações com administração da empresa.

Miguel Prata lamenta ainda “aposição hostil” da direcção da TAAG.

Entretanto, os pilotos asseguraram ao Novo Jornal que apenas querem ser respeitados.

“Aqui ninguém pede nada que eles não nos possam dar! Por isso, vamos continuar aqui durante os 10 dias de greve” disseram.

Em comunicado, a que o Novo Jornal teve acesso, a TAAG, informa que as negociações realizadas entre o seu Conselho de Administração e o sindicato terminaram sem que as partes tenham chegado a acordo.

Para garantir a continuidade da sua operação, a TAAG vai recorrer ao aluguer de serviços, realojar passageiros noutras companhias aéreas, e facilitar a alteração de datas de viagem sem qualquer penalização para os clientes e passageiros afectados por esta paralisação.

A administração da TAAG, que agradece a compreensão dos seus passageiros, diz que continuará a desenvolver todos os esforços necessários para chegar a acordo com o SPLA.

Fonte: Lil Pasta News

Leave A Reply

Exit mobile version