Terça-feira, julho 14, 2020

Monge etíope de 114 anos sobrevive ao coronavírus

África – Monge etíope de 114 anos sobrevive ao coronavírus

Um monge ortodoxo etíope cuja família diz que ele tem 114 anos sobreviveu ao coronavírus. Monge etíope Tilahun Woldemichael recebeu alta do hospital na quinta-feira 25, depois de quase três semanas em tratamento.

Monge etíope recebeu oxigênio e dexametasona, um esteróide barato e amplamente disponível que pesquisadores na Inglaterra disseram ter reduzido as mortes em até um terço em pacientes hospitalizados gravemente enfermos.

O ministro da Saúde da Etiópia disse que o ministério recomenda o uso emergencial do medicamento para pacientes com COVID -19 que precisam de ventilação ou oxigênio.

O neto de Tilahun, Biniam Leulseged, disse que não possui certidão de nascimento para provar a idade do monge, mas mostrou uma foto dele comemorando seu centésimo aniversário. “Ele parecia jovem naquela época também”, disse Biniam à Associated Press no sábado.

Ele disse que ficou emocionado quando seu avô foi levado ao hospital, mas “estou muito feliz porque estamos juntos novamente”. A Etiópia tem mais de 5.200 casos confirmados do vírus.

AP

Mais Vistas

Nenhum conteúdo disponível
x
%d bloggers like this: