ELEIÇÕES: Comandante-Geral ordena retirada de armas de fogo das empresas de segurança | Informativo Angolano

Urgente – ELEIÇÕES: Comandante-Geral ordena retirada de armas de fogo das empresas de segurança

A Polícia Nacional realiza amanhã, terça-feira, 23, um dia antes das Eleições Gerais em Angola, uma formatura na URP, e será presidida pelo Comandante-Geral da Policia Nacional; Comissário Geral Arnaldo Carlos. Para esta formatura, estão convocados os administrativos do Comando Geral para também fazerem parte da formatura.

Segundo o jornal NA MIRA DO CRIME a mais alta patente da Polícia Nacional, já ordenou a retirada de armas de fogo das Empresas de Seguranças Privadas. Estas empresas, de forma ordeira, foram orientadas a entregar as armas nas Esquadras ou Postos Policiais.

Os Comandantes de Esquadras e Postos Policiais devem criar expedientes para registo das armas recebidas das Empresas de Segurança, arrecadar e manter informado o sob Posto Comando. Os Agentes em patrulhamento podem fazer recolha do armamento em posse dos elementos das Empresas de Segurança e encaminhar a Esquadras ou Posto Policial, para o devido registo e arrecadação.

No dia do voto, não pode ter forças POLICIAIS isoladas no terreno (giro da ordem pública ou trânsito), as patrulhas têm que ser compactas com mais de 4 efectivos. NA quarta-feira, 24, as forças alocadas nas assembleias de votos, terão que estar a 200 metros e numa composição de acima de 5 efectivos com todas valências (SIC, Ilícitos Penais, SME, DIIP, Trânsito, Inf. Policial).

Vai se realizar QTR de uma em uma hora, onde os sub-Posto Comando deverão informar quantas assembleias foram aberta e quantas por se abrir e os motivos. Todas as ocorrências registadas (ainda que não tiverem dados completos), deve-se comunicar os dados preliminares e dai em diante pontualizando o seu desenvolvimento.

Os Partidos Políticos vão organizar uma espécie de Estado Maior ou posto comando aonde estarão concentrados altos dirigentes dos partidos, estes locais devem ser acompanhados pelos especialistas do SIC, Ilicitos Penas e Inf. Policial.

Os Comandos Municipais DEVEM criar equipas de reservas, com uma composição de até 60 efectivos, para acudir situações inopinadas e deve se informar o local aonde estarão basificados.

C/ Na mira do crime

 

Leave A Reply

Exit mobile version