Hello, AMP world.
POLÍTICA

Polícias e militares vão consumir 13,4% da despesa total do OGE 2022

novembro 23, 2021 6:53 pm

Notícias de Angola – Polícias e militares vão consumir 13,4% da despesa total do OGE 2022

Salários, subsídios e outras remunerações continuam a ser «fardo pesado» na despesa pública, ao ponto de só os gastos previstos com vencimentos e outras remunerações dos trabalhadores da função pública, militares e efectivos da Polícia Nacional virem a consumir, no próximo ano, 13,4% da despesa total inscrita na proposta de OGE 2022.

Os mais de 300 mil trabalhadores da função pública, os civis, vão consumir 63% da despesa com o pessoal, prevista na proposta de Orçamento Geral de Estado (OGE/2022). O documento assinala que esses devem encaixar quase 1,6 bilião de kwanzas (2,6 mil milhões de dólares) em salários, subsídios e outras remunerações dos mais de 2,5 biliões Kz (4,2 mil milhões de dólares), que têm de servir para toda a despesa remuneratória do pessoal.

Na verdade, os salários, os subsídios e outras remunerações continuam a ser “fardo pesado” na despesa pública, dado que se prevê que os gastos com vencimentos e outras remunerações dos trabalhadores da função pública, militares e paramilitares vão consumir, no próximo ano, pouco mais de 2,5 biliões Kz, equivalentes a 13,4% da despesa total de 18,7 biliões Kz que o País prevê contabilizar no ano que se aproxima, observou o Novo Jornal a proposta de OGE 2022.

Novo Jornal
Share