Sexta-feira, abril 23, 2021

Malanje recebe 400 ex-militares que não sabem ler nem escrever

Notícias de Angola – Malanje recebe 400 ex-militares que não sabem ler nem escrever

O comissário Tony Bernardo, que interveio durante a conferência científica organizada pelo Instituto de Ciências Policiais e Criminais, Osvaldo Serra Van- Dúnem, disse que a província de Malanje recebeu 400 ex-militares para serem integrados na Polícia Nacional (PN), que nem sabiam ler nem escrever situação que dificulta o trabalho do comandante.

Tony Bernardo, que até o ano passado era comandante da PN em Malanje, apresentou esta situação numa altura em que se falava da necessidade de formação do cidadão que ingressa na Polícia Nacional, pelo que enfatizou ser necessário que se fale dos problemas diários por que passam estes pro- fissionais, sem receio, para que sejam solucionados.

Pinduka reforçou  ainda que é fundamental a formação básica dos agentes, que são seis meses, e não três, e para os recrutados da sociedade são 11 meses (três de recruta, seis básica de Polícia, 30 dias de evolução e os 60 dias de estágio).

A formação básica de Polícia, nas outras paragens não tem mais do que um ano, segundo aquele responsável. Reconheceu que temos muitos que não sabem ler nem escrever, mas “é com estes que nós temos de trabalhar, não há mais outros. É estes que temos de formar, dotá-los de conhecimentos, pois esta é a nossa realidade, temos docentes suficientes. Temos de fazer ajustes”, disse ao Jornal o País.

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: