Pular para o conteúdo Vá para o rodapé

Major Lussaty patrocinou festa do juiz Joel Leonardo presidente do Tribunal Supremo

Notícias de Angola – Major Lussaty patrocinou festa do juiz Joel Leonardo presidente do Tribunal Supremo

O Major Pedro Lussaty, é apontado como  a figura que em finais de 2019, patrocinou  uma festa – dos naturais da Huíla em Luanda –  que celebrou  a nomeação do Juiz Joel Leonardo como Presidente do Tribunal Supremo.

De acordo com fonte do Club-K, o Juiz Brigadeiro Joel Leonardo conheceu Pedro Lussaty através de um sobrinho Henrique Chilembo Alfredo que fora o responsável da Repartição Fiscal de Pessoal e Quadro da Unidade de Guarda Presidencial (UGP) ostentado a patente de coronel.

Para os “naturais da Huíla” residentes em Luanda, a nomeação de Joel Leonardo foi um acto de enorme alegria, por representar a elevação de um conterrâneo regional para o mais alto cargo da magistratura judicial.

O sobrinho Henrique Chilembo Alfredo fez também parte dos 49 arguidos do conhecido como “operação caranguejo”.

Quando Pedro Lusaty foi preso, o Joel Leonardo nada pode fazer junto do Juiz do Tribunal da Comarca de Luanda, Andrade da Silva para que o major ficasse salvaguardado. Por outro lado, foi notado que o sobrinho coronel Henrique Chilembo, terá beneficiado de alguma atenuação desde o inicio do processo gerando suspeitas da ocorrência de alguma interpelação nos bastidores.

De acordo com fontes do Club-K, foram se assinalando os seguintes sinais a favor do sobrinho do Presidente do Supremo.

– Ao contrario dos outros réu, o coronel Henrique Chilembo não foi mantido em prisão preventiva enquanto decorria o processo.

– Não teve as contas bancarias bloqueadas nem confiscaram os seus fundos, apenas receberam alguns bens como colégio, instituto superior politécnico e uma residência no Benfica.

– Foi condenado a 3 anos com pena suspensa, ao contrario de Pedro Lusaty que “apanhou” de 14 anos. Como responsável dos recursos humanos, era Henrique Chilembo quem recrutou parte dos elementos implicados nesta rede que lesou o Estado.

Nos referidos meios que acompanham o assunto, surgem reparos notando que a sentença contra Henrique Alfredo não se justifica tendo em conta a importância do seu cargo, e da sua patente de coronel (superior a de Lussaty) que tem mais responsabilidades.

Club-K // Lil Pasta News

Deixe um comentário

0.0/5