Documentos vazados da CNE, confirmam vitória de João Lourenço nas eleições de Agosto de 2022

CNE João Lourenço eleições

Urgente – Documentos vazados da CNE, confirmam vitória de João Lourenço nas eleições de Agosto de 2022 – Orlando Fonseca

Documentos  vazados dos computadores do Gabinete do Presidente da Comissão Nacional Eleitoral “CNE”, Manuel Pereira da Silva “Manico” demonstram, o General João Lourenço, com a vitória eleitoral confortavelmente fraudulentas, nas eleições gerais de 2022, em Angola.

Logo após o Sr. Marc Murtra, novo Presidente da INDRA, haver notificado o General João Lourenço, de que, de acordo com as sondagens recentes feitas pela INDRA em Angola, recomendadas pelo Sr. Murtra, após a sua tomada de posse como timoneiro na referida empresa, foi demonstrado que o General João Lourenço, não teria qualquer hipótese de superar o Eng. Adalberto da Costa Júnior “ACJ”, líder da UNITA e da Frente Patriótica unida para alternância Politica em Angola, nas eleições gerais que se avizinham em Angola.

 

Como consequência, Imediatamente o Presidente da República de Angola, ordenou o seu director do Gabinete, Sr Edeltrudes Maurício Fernandes Gaspar da Costa, a contactar a o seu Irmão, João Tristeza Gaspar Fernandes (o Joca).

Eng. electrónico de profissão e testa de ferro de Edeltrudes Costa, na recente oferta relacionada com os Supermercados Kero, retirados aos antigos donos, nomeadamente, Manuel Vicente e Leopodino Fragoso do Nascimento, o Dino, regalados pelo General João Lourenço, ao director do seu gabinete, Edeltrudes Costa, o maior ladrão da presidência de Angola.

Ironicamente protegido a ferro e fogo, pelo General João Lourenço desde que assaltou mais de 20 milhões, de dólares Norte Americanos da Presidência de Angola, nos últimos meses, logo denunciado pelos Bancos Portugueses, tendo o General João Lourenço o mantido silenciosamente através de uma diabólica criminosa cumplicidade, ali no Casuno dos marimbondos dos do MPLA em Luanda.

Para o efeito, Edeltrudes Costa, ao cogitar de que, a INDRA, poderia não entrar na jogada do famoso, “KO” da batota, eleitoral prometido pelo General João Lourenço aos da Frente Patriótica Unida para alternância Politica em Angola.

 

Edeltrudes Costa, teria convencido o seu Irmão, João Tristeza Gaspar Fernandes, para que juntamente abdicassem das ferramentas electrónicas que a INDRA fosse usar para o escrutínio e respectiva publicação dos resultados das eleições gerais Angolanas, de Agosto próximo.

Tendo Edeltrudes Costa e seu Irmão João Tristeza, comprado os seus próprios computadores, previamente manipulados com projeções dos  resultados finais das eleições viciadas, a mistura que já se encontram sob guarida do corrupto Juiz presidente da CNE, Manuel Pereira da Silva Manico. Sobre os quais, João Tristeza, usando o Modelo fraudulento das viciadas eleições gerais do ano de 2017.

Os quais, o irmão do ladrão Edeltrudes Costa, João Tristeza Gaspar Fernandes, tem vindo a trabalhar, adulterando de maneira muito prévia/diabólica/dolorosa e criminosamente, os resultados eleitorais finais do ano de 2022. Com vista a serem divulgados no mesmo dia, do termino da votação ou no  dia seguinte da votação das eleições gerais, que se avizinham em Angola.

Julgando enganosamente, de que os larápios do Casuno podem intrujar os Angolanos, a comunidade dos países do mundo livre, incluindo os EUA e os seus aliados, da Aliança Atlântica a NATO.

Para o efeito, o grupo dos Oligarcas, DISSIDENTES do MPLA, barricados do outro lado da ilha, vieram à Miami ter com o DESPERTA ANGOLA, ilustrar as provas através de vários documentos vasados do Gabinete do corrupto, Manuel Pereira da Silva Manico.

Incluindo projeções naturalmente famosas, já feitas pelo João Tristeza Gaspar Fernandes, a Mando do seu Irmão e do General João Lourenço.

Projeções essas, que demonstram, vitória eleitoral antecipada, do General João Lourenço; quando ironicamente, ainda faltam mais de 3 meses para a votação.

Porém, o General João Lourenço, afinal já teria dado, o famoso KO fraudulentamente aos outros, por conta desta bomba Notícia, que só o DESPERTA ANGOLA em Miami nos Estados Unidos, obteve exclusivamente.

Por revelação dos Oligarcas DISSIDENTES do MPLA, muito zangados com o General João Lourenço, razão pela qual, eles os Oligarcas DISSIDENTES, decidiram entregar aos Angolanos e ao Governo dos Estados Unidos, o General   João trungungueiro, denunciando mais essa vã tentativa do roubo antecipado, do voto aos Angolanos, parte dos ladrões barricados ali no Casuno dos marimbondos dos do MPLA na Cidade Alta em Luanda. Onde o General João trungungueiro, só passa a vida a ter o hábito de prometer atirar os outros sobre o tapete do ringue, atravéz os dos KO´s.

Quando em condições normais, o Presidente de Angola, a muito deveria haver criado, faz tempo, uma comissão Nacional Eleitoral totalmente independente em Angola.

DESPERTA ANGOLA, desafia ou lança aqui um repto ao General João Lourenço e ao seu próprio director do Gabinete, o larápio de serviço, Edeltrudes Costa, a confirmarem ou a desmentir esta denúncia. Para verem, se o DESPERTA ANGOLA não revelará aos Angolanos e ao Mundo, todas as evidências que rodeiam o KO, prometido pelo General João Lourenço, aos seus adversários políticos em Angola, especialmente a UNITA ou a Frente Patriótica Unida para alternância Politica em Angola.

Incluindo as gravações contendo as vozes do antigo Presidente da CNESilva Neto, quando em 2017, avisaria ou alertaria o General João Lourenço, de que o Presidente de Angola, havia perdido as eleições gerais, do ano de 2017, a favor de Isaias Samakuva.

Entre outros documentos que estão na nossa posse, reveladas pelos muito zangados, Oligarcas DISSIDENTES, barricados do outro lado da ilha do Mussulo ali em Luanda.

As eleitoral Angolanas não são um produto exclusivo do Casuno dos marimbondos dos do MPLA

Se não o grande marco histórico ou Ponto de viragem do interesse de mais de 40 milhões de Angolanos e destinado para alternância Política em Angola, com vista a mudança das nossas vidas na nossa terra.

Abaixo a fraude eleitoral em Angola.

Viva a Democracia, Viva a comissão Nacional Eleitoral totalmente independente em Angola.

Fonte: Por Desperta Angola na Linda Cidade de Miami Flórida USA

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: