Hello, AMP world.
MUNDO

ARSENAL NUCLEAR DOS EUA INCLUIA 3.750 OGIVAS

outubro 6, 2021 9:05 pm

MUNDO – ARSENAL NUCLEAR DOS EUA INCLUIA 3.750 OGIVAS EM 2020

A administração norte-americana revelou hoje que os Estados Unidos (EUA) detinham 3.750 ogivas nucleares a 30 de Setembro de 2020, invertendo a decisão do ex-presidente Donald Trump de classificar os números sobre o arsenal nuclear.

“Os Estados Unidos estão a divulgar novas informações desclassificadas sobre o arsenal nuclear dos EUA para actualizar as informações divulgadas em setembro de 2017”, disse o Departamento de Estado num comunicado.

“A transparência sobre os arsenais dos Estados nucleares é importante para os esforços de não-proliferação e desarmamento, incluindo compromissos com o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP)”, acrescentou a diplomacia norte-americana.

Desde 30 de Setembro de 2017, os EUA têm continuado a modernizar o seu arsenal nuclear, desmantelando 711 ogivas, mas reduzindo o número total em apenas 72, de acordo com novos números oficiais.

As 3.750 ogivas nucleares dos EUA representam uma redução de 88 por cento no arsenal nuclear dos EUA em relação ao seu pico de 31.255 em 1967, no auge da Guerra Fria.

O arsenal dos EUA inclui ogivas activas (operacionais e posicionadas, ou rapidamente posicionáveis) e inactivas (não operacionais e em armazenamento), mas não as chamadas ogivas descontinuadas, consideradas obsoletas. Além disso, inclui cerca de 2.000 ogivas à espera de serem desmanteladas.

Os números são conhecidos numa altura em que a administração do Presidente Joe Biden acordou com a Rússia a criação de um grupo de trabalho sobre futuras medidas de controlo de armas pelas duas maiores potências nucleares.

De acordo com o Stockholm International Peace Research Institute (Sipri), cujos números incluem as ogivas descontinuadas, a Rússia tinha 6.255 armas nucleares em Janeiro de 2021, contra 5.550 dos Estados Unidos e apenas 350 da China.

Também podes ler:

Share

Recent Posts

Tags: Transportes em Angola Viagens internacionais

Novo Aeroporto de Mbanza Kongo vai gerar cerca de 500 postos de trabalho

Tags: Telecomunicações em Angola Televisão em Angola

Televisão por satélite vai custar 10,8 milhões de euros