Refriango assume produção da Coca-Cola em Angola

Refriango coca cola

Notícias de Angola – Refriango assume produção da Coca-Cola em Angola

A empresa angolana de refrigerante Refriango vai assumir, a partir do dia 1 de Julho, a produção da Coca-cola Company no país. Entretanto, o valor do negócio não é revelado.

A multinacional garante, numa nota a que tivemos acesso, que a medida consta da estratégia de designação da produção às empresas nacionais africanas, para a aquisição e criação de novas linhas de preparação e embalagem em 2022, e impulsionar oportunidades de emprego em beneficio das comunidades e os consumidores.

De acordo a multinacional americana, a estratégia de alocação de recursos às empresas locais no mercado africano visa promover a inovação e o crescimento de marcas reconhecidas pelos consumidores, bem como a criação de parcerias com agentes económicos dedicados ao desenvolvimento dos seus mercados. Para o caso de Angola é a Refriango que foi designada como engarrafador oficial em Angola a partir de 1 de Julho de 2022.

Com esta designação, a Refriango passa a ser responsável pela preparação, embalagem, distribuição e comercializar da Coca-Cola, Fanta, Sprite, Minute Maid e Schweppes, em Angola.

Numa outra nota datada de 28 de Abril, ontem, emitida a partir de Joanesburg a multinacional classifica como “medidas estratégicas para reorganizar e permitir que o sistema Coca-Cola prossiga a sua estratégia total de empresa de bebidas, o que levou a um reforço da sua presença e foco em África”.

Refere ainda que a equipa de liderança da unidade operacional africana da empresa está numa jornada que visa ajudar a remodelar e consolidar a sua presença em vários mercados, garantindo que as capacidades e investimentos certos estão em vigor para duplicar os compromissos para crescer de forma sustentável nas comunidades de toda a África.

Informa ainda que criou, em 2021, a unidade operacional africana, com equipas de lideranças voltadas à mudanças de actuação em alguns mercados locais, autorizados em alguns mercados norte, oeste e médio africano, incluindo em Angola, Egipto, Senegal, Burkina Faso, Costa do Marfim e Camarões.

Estas mudanças de estratégia da Coca-Cola, poderão, de acordo com a multinacional, render um investimento inicial de 150 milhões de dólares através da aquisição e criação de novas linhas de preparação e embalagem em 2022,  e impulsionar oportunidades de emprego que beneficiarão as comunidades e os consumidores.

Fonte: Correio Kianda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: