Peso da produção nacional no produto final vai baixar para 30%

produção nacional

Notícias de Angola – Peso da produção nacional no produto final vai baixar para 30%

Os produtos de origem angolana passarão a ser fabricados com 30% da matéria-prima de produção nacional. Com o plano de reestruturação do programa Feito em Angola, serão introduzidas mudanças que irão permitir a expansão da marca angolana no mercado interno e externo.

No âmbito do plano de reestruturação do programa Feito em Angola, as marcas de produtos com origem no país passarão a contar com 30% da matéria-prima nacional na cadeia produtiva, contra os anteriores 50%.

A reestruturação está a ser desenvolvida pelo Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) e, a partir do primeiro trimestre de 2022, será concluída a primeira fase de auscultação dos empresários e outros industriais que operam em Angola.

De acordo com os especialistas, em declarações ao Expansão, sempre que alguém consumir um produto com o selo Feito em Angola deverá ter em mente que 30% da sua matéria-prima é nacional. Com esta alteração, a matéria-prima estrangeira nos produtos fabricados em Angola passa para os 70%, ou seja, todos os produtos com o selo Feito em Angola, passam a ter 70% da matéria-prima importada, uma alteração apoiada por uns e contestada por outros.

De acordo com fontes ligadas ao processo, a medida surge da necessidade de aumentar a codificação das marcas angolanas que até 2017 rondavam os cerca de 200 produtos com origem em Angola, mas que eram produzidos com recurso a matéria-prima importada, como é o caso dos lacticínios.

Também podes Ler:

Preço real de cada litro de gasolina é de 375 Kz e do gasóleo é de 381 Kz

EXPANSÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

%d bloggers like this: