Quarta-feira, setembro 30, 2020

Banco Mundial concede crédito adicional de USD 1.2 mil milhões ao país

Notícias de Angola – Banco Mundial concede crédito adicional de USD 1.2 mil milhões ao país

O Informativo Angolano soube que, o Banco Mundial (BM) vai disponibilizar, em Junho do corrente ano, um crédito adicional de USD 1.2 mil milhões ao Governo angolano, destinado à implementação de projectos nos sectores da agricultura, melhoria das estatísticas económicas, água, energia eléctrica e capital humano, anunciou nesta quinta-feira o director executivo da instituição financeira, Fábio Kanczuk.

Banco Mundial concede crédito adicional

Fábio Kanczuk falava, à imprensa, à saída de uma audiência com o Presidente da República, João Lourenço, com quem abordou questões relacionadas com as formas, mais eficazes, de apoio do Banco Mundial aos programas de impacto social no país.

Com a concretização deste empréstimo (USD 1.2 mil milhões), o montante concedido por esta instituição elevar-se-á a USD 2.4 mil milhões.

O responsável do Banco Mundial disse estar “muito impressionado” com as políticas económicas que estão a ser implementadas pelo Chefe de Estado angolano, razão pela qual, augura um “casamento”entre o Banco Mundial e o Governo.

Notícias de Angola – Podes ler também

Angola negoceia empréstimo de 1,13 milhões de dólares ao Deutsche Bank

“Vamos fazer um casamento entre o Banco Mundial e o governo de Angola, de forma a que a nossa instituição seja mais eficaz, na ajuda ao governo, na implementação das suas políticas económicas, que estão na direcção correcta”, referiu.

Parceria no momento apropriado

Para o ministro angolano das Finanças, Archer Mangueira, que assistiu a audiência, o actual “casamento” entre o BM e o Governo vem no momento apropriado, principalmente porque Angola está a lidar com uma instituição cujas facilidades de financiamento são diferentes de outras agências financeiras comerciais.

A título de exemplo, apontou os custos de financiamentos do BM, que são taxas de juros muito mais competitivas, com períodos de maturidade mais longos, além da sua especialidade em apostar fortemente no capital humano e em sectores sociais como a saúde, educação, protecção social dos mais desfavorecidos.

O desenvolvimento de infra-estruturas para alavancar o sector produtivo, da energia e águas e das telecomunicações, foram ainda apontados como exemplos pelo governante angolano.

Fonte: Jornal de Angola

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: