7 formas de manter os seus dispositivos inteligentes longe dos hackers | Informativo Angolano

Saiba – 7 formas de manter os seus dispositivos inteligentes longe dos hackers

Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedor líder de soluções de cibersegurança a nível global, partilha 7 dicas para manter protegidos os dispositivos inteligentes que temos em casa. Num mundo cada vez mais conectado, já não serão muitas as casas que não tenham pelo menos um dispositivo inteligente. De facto, a previsão da IDC indica que, até 2025, o mercado a nível mundial vai crescer a dois dígitos, atingindo os 1,4 mil milhões de dispositivos.

Seja uma coluna capaz de fazer uma lista de compras, uma campainha com uma câmara totalmente funcional ou um alarme de fumo que se liga ao telemóvel para o relembrar de substituir as pilhas – estes dispositivos vieram para ficar. Contudo, apesar de estes gadgets trazerem muito conforto às nossas vidas, são também multiplicadores de risco e de possíveis pontos de acesso para hackers roubarem informação sensível e pessoal.

Uma investigação da Which? diz-nos que, em média, casas com dispositivos inteligentes estão vulneráveis a 12.000 ataques de hacking de todo o mundo no espaço de apenas uma semana. A dimensão do problema agrava-se quando consideramos as histórias que se divulgam sobre dispositivos que ouvem as conversas privadas dos utilizadores e hackers que utilizam gadgets com câmara para aceder ao vivo às imagens das casas das vítimas.

Além disso, não esqueçamos a possibilidade de os hackers beneficiarem ainda da transição geral para o trabalho remoto, aproveitando-se de dispositivos empresariais desprotegidos que estão conectados à rede Wi-Fi cuja segurança foi comprometida de forma a adquirir acesso à rede empresarial. Utilizando os dispositivos inteligentes como gateway, estes intrusos podem deixar um rasto de caos total, afetando não só a privacidade pessoal do utilizador, como a própria segurança da informação corporativa.

Como consumidores, estamos super conscientes das precauções que devemos ter para que a nossa casa não seja assaltada. Contudo, quando falamos de dispositivos inteligentes, tendemos a ignorar as ameaças cibernéticas e as intenções maliciosas dos atacantes,” começa por dizer Marla Mendes, responsável da Check Point Software Technologies pelo mercado angolano. A cada ano que passa, vemos uma tendência constante de hackers a tornarem-se cada vez mais agressivos e, como resultado, qualquer dispositivo ligado à Internet é um alvo. Na situação em que agora vivemos, não é suficiente assumir que estas incidências simplesmente “não me acontecerão a mim”. Todos os proprietários destes dispositivos devem tomar precauções extra para manter as suas informações protegidas, pois basta um único dispositivo negligenciado para que um hacker crie danos e angústias incalculáveis,” termina o responsável.

Dicas para manter os seus dispositivos inteligentes protegidos:

  1. Mantenha o software atualizado: Manter os dispositivos atualizados sempre que possível é imprescindível para ter a sua casa e informação protegidas. A forma de atuação dos agentes de cibercrime está em constante mudança, pelo que é importante ter implementada a mais recente forma de proteção.
  2. Estabeleça uma rede wi-fi autónoma para os seus dispositivos: A maioria dos routers permitirão a criação de uma rede separada que se destine apenas aos dispositivos domésticos inteligentes, de forma a criar mais obstáculos à eventual tentativa de acesso não autorizado. Pode ainda criar uma configuração para os seus convidados que permita que os seus amigos e familiares acedam na mesma à sua rede de casa, sem ter o risco acrescido de partilhar os seus dados.
  3. Fortaleça as suas palavras-passe: No que respeita a criação de palavras-passe robustas para os seus dispositivos, garanta que são aleatórias e não se referem a qualquer aspecto pessoal. Se achar que as palavras-passe são demasiado difíceis de relembrar, considere a utilização de um gestor de palavras-passe.
  4. Autenticação de duplo fator: Ao adicionar uma forma de autenticação adicional, conhecida por autenticação de duplo fator ou 2FA, os hackers podem ser impedidos de aceder aos seus dispositivos. Embora isto possa ser ligeiramente inconveniente para o consumidor, não se compara ao tumulto que a invasão de um hacker pode causar.
  5. Encriptação:Garantir que o seu router está a usar o mais alto nível de encriptação é uma forma de manter a sua informação protegida de ameaças. Não se esqueça de quaisquer extensores de Wi-Fi internos ou adaptadores powerline que terão também configurações para permitir a encriptação através da rede doméstica. Isto, por sua vez, adicionará uma camada extra de protecção, não só para o router, mas também para os dispositivos inteligentes.
  6. Altere a palavra-passe pré-definida do seu router: Esta é uma palavra-passe diferente da que protege a rede Wi-Fi, mas igualmente importante. A maioria dos routers têm uma palavra-passe simples para que seja fácil configurar aquando da primeira instalação. Contudo, isto faz com que seja fácil aos hackers adivinhar os acessos. Há até listas online das palavras-passe mais comuns, portanto, deve alterá-las o mais rapidamente possível.
  7. 7Mantenha os seus dispositivos protegidos: Com cada vez mais pessoas a trabalhar de casa, é importante que os dispositivos empresariais estejam tão protegidos quanto os pessoais, especialmente quando utilizam o Wi-Fi doméstico. Garantir que os dispositivos estão atualizados com a mais recente tecnologia anti-malware é uma forma importante de proteção.

Leave A Reply

Exit mobile version