Quarta-feira, setembro 30, 2020

Ministra da Educação de Madagascar demitida por causa de plano de doces para Covid-Organics

África – Ministra da Educação de Madagascar demitida por causa de plano de doces para Covid-Organics

A ministra da Educação de Madagascar foi demitida na quinta-feira 4, depois de anunciar um plano de compra de doces para que os estudantes reduzam o “sabor amargo” da Covid-Organics.

A ministra da Educação de Madagascar, Rijasoa Andriamanana disse na semana passada que estava pedindo 2,2 milhões de dólares, para serem gastos em doces para a mistura da Covid-Organics, que alguns especialistas alertaram que é inútil contra o COVID-19.

Ela disse à imprensa que “havia sido feita uma compra de doces e pirulitos”, para todos os estudantes da nação insular do Oceano Índico e os estudantes receberiam três cada.

A ministra da Educação de Madagascar acrescentou que foi pelo “sabor amargo” da Covid-Organics, que o presidente Andry Rajoelina vem promovendo para exportação, dizendo que é o “ouro verde” do país que “mudará a história”. Os benefícios potenciais do Covid-Organics não foram validados por nenhum estudo científico.

Que tal despesa iria para doces em um dos países mais pobres do mundo provocou indignação, abalada pela imprensa malgaxe, e o pedido foi cancelado. A ministra defendeu o plano, mas este não foi considerado pelo gabinete, que a dispensou de suas funções em uma declaração seca.

Deixe o seu comentário

Postagens recentes

Siga-nos

Assine a nossa newsletter

Digite seu endereço de e-mail para se inscrever neste site e receber notificações de novos posts por e-mail.

let's talk!

%d bloggers like this: