Tchizé Dos Santos devolve viaturas

Notícias de Angola – Tchizé Dos Santos devolve viaturas

A deputada do MPLA, Tchizé Dos Santos revelou, na sexta-feira 19, que na legislatura de 2017, não beneficiou, de uma viatura Lexus, requisitadas pela Assembleia Nacional, por considerar que a que lhe foi dada anteriormente ainda se encontrava em bom estado de conservação.

Oferecidas pela Assembleia Nacional
A parlamentar fez estas revelações por via de áudio distribuído nas redes socias- quando reagir a uma noticia avançada pelo ‘Correio da Kianda’, que apresentava o deputado Rafael Massanga, como o único deputado que rejeitou os luxuosos Lexus.

Conteúdo Relacionado:

Rafael Savimbi deputado que rejeitou Lexus atribuído pela assembleia

Dos duzentos e vinte deputados, apenas um, rejeitou receber, e até ao momento, continua sem o luxuoso carro, por ser, no seu entender, como disse numa das entrevistas concedida em 2018, ao Correio da Kianda, um gasto desnecessário, quando os eleitores, continuavam vivendo numa situação extrema de pobreza”.

Reagindo a noticia do Correio da Kianda, explicou que também tomou uma decisão idêntica a do filho do malogrado fundador da UNITA, Jonas Malheiro Savimbi. Segundo, Tchizé “no mandato para qual fui eleita em 2017, não recebi o lexus dados pela Assembleia Nacional , porque eu tinha já o Lexus de 2012, que aleguei estar em bom estado e não havia necessidade de estar a receber um novo, uma vez que havia deputados que nem sequer tinha.

Segundo o ponto de vista da parlamentar “Não fazia sentido honorar o Estado para andar um carro novo, tendo ainda um carro que me foi dado em 2012, portanto eu também não recebi, o Lexus da legislatura de 2017, na qual tinha direito. Não foi só Rafael Savimbi”.

Os Lexus (modelo LX 570) em causa, geraram polemica, em Luanda, quando foram comprados no ano de 2017. Na altura, a Assembleia Nacional encomendou 250 viaturas, pelo valor total de aproximadamente 78 milhões de dólares. Logo a seguir, surgiram revelações de que a Empresa contratada para importação dos Lexus vendeu carros a 217 mil USD quando o valor de mercado de cada viatura estava abaixo dos 100 mil USD. As viaturas protocolares custaram mais do dobro do valor de mercado.

A nível da historia do parlamento angolano há registros de que a ex-deputada pelo MPLA, Paula Marina Valério Alho Simons havia rejeitado carros e todas as regalias na qual tinha direito como deputada.

No passado dois deputados do MPLA, já falecidos, Lúcio Lara e Paulo Teixeira Jorge reconhecidos pelo seu desapego aos bens matérias rejeitavam todas as regalias a que tinham direito como parlamentares. Os cabazes de natal e outras ofertas, recebiam mas depois distribuíram para as funcionarias da Assembleia Nacional. Argumentavam que não era para “isso” que lutaram.

C/ Club-K

Read Previous

Steve Jobs lançou ‘feitiços’ nas pessoas para salvar Apple, diz Bill Gates

Read Next

Tribunais superiores em Angola continuam com ligações partidárias

%d bloggers like this: