Militares já com salários reajustados

Notícias de Angola – Militares já com salários reajustados

O Informativo Angolano soube que, os militares das Forças Armadas Angolanas e os titulares de cargos de direcção e chefia e das carreiras especiais dos órgãos executivos do Ministério do Interior têm os vencimentos-base reajustados, de acordo com os Decretos Presidenciaisn.º 204 e 205/19, publicados no dia 28 de Junho, em Diário da República.

De acordo com a tabela de índices e de vencimentos-base das FAA, anexa ao Decreto Presidencial nº 204/19, o general de exército, de aviação ou almirante da armada passa a ter um vencimento base de 546.501,31 kwanzas, enquanto o general e almirante é 454.243,85 kwanzas.

Os brigadeiros e contra-almirantes passam a receber, como salário-base, 372.614,53 kwanzas. O índice mínimo é de 100 e é igual a 354.870,98 kwanzas, sendo que o índice do general de exército e de aviação ou o almirante de armada foi calculado em 154.

Nos oficiais superiores, os coronéis (capitão-de-mar-e-guerra para a Marinha) têm reajustado o seu vencimento-base para 365.980,22 kwanzas e os majores (capitães de corveta) para 291.194,81 kwanzas.
Entre os oficiais subalternos, os capitães (tenente de navio) têm como salário-base 230.600,18 kwanzas e os subtenentes (tenentes de corveta) 179.371,46 kwanzas.

O sargento-maior tem o mesmo salário-base que o tenente (205.056,77), enquanto o sargento-chefe passa a auferir o mesmo que os subtenentes (179.371,46 kwanzas).
No serviço militar por contrato, os tenentes (tenentes de fragata) passam a ganhar como salário-base 179.371,46 kwanzas, os subtenentes (tenente de corveta) 169.863,64; os primeiros sargentos 160.923,45 e os segundos sargentos 147.158,39 kwanzas.

No serviço militar obrigatório encontram-se os aspirantes, sub-sargentos, 1º cabos, 2º cabos, soldados (grumentes) e recrutas, que passam a auferir, respectivamente, Kz 146.165,03; Kz 100.045,00; Kz 79.468,37; Kz 61.729,89; Kz 51.086,81 e 35.476,95 kwanzas.

Os titulares de cargos de direcção e chefia e das carreiras especiais dos órgãos executivos do Ministério do Interior, o comandante-geral da Polícia passam a ter um vencimento-base de 483.758,81 kwanzas e um subsídio de 169.315,58 kwanzas. O índice mínimo de 100 é igual a 179.169,93 kwamzas.

C/JA

%d bloggers like this: