Primeiro dia de mãe: Ser mãe é bom, mas bastante assustador

Primeiro dia de mãe: Ser mãe é bom, mas bastante assustador

No dia do nascimento do meu filho eu passei por várias emoções, tudo isso em apenas um dia. Inacreditável certo?.

Bem, eu senti raiva do pai do meu filho por ter me engravidado, dores devido as contrações, alegria porque finalmente eu conheceria o meu filho,  frustração pela demora e bastante stress.

No meu Primeiro dia de mãe eu levei muitos sustos em relação ao meu bebé.

Bebé em sofrimento : Depois de a bolsa da mulher grávida rebentar, existe a necessidade urgente de o bebé sair logo caso contrário ele entra em sofrimento e morre, assim que a minha bolsa rebentou as enfermeiras pediram que eu espremesse para o bebé sair, mas eu não conseguia e comecei a pensar Deus do céu o meu filho vai morrer, então eu fiz uma oração e pedi a Deus que me ajudasse e um minuto depois o meu filho saiu, sou eternamente agradecida a Deus por isso.

Quase morta : eu estava exausta e não havia comido nada durante o dia todo, me passou pela cabeça que eu fosse morrer ai mesmo naquele momento pois já não tinha forças, e pensei: vou morrer e o meu filho vai ficar sem mãe, as vezes sou bem dramática.

Escolha do bebé : Eu tinha acabado por adormecer, não cheguei de morrer ya. Quando acordei levaram-me ao berçário para receber o meu filho, mas quando o meu filho nasceu eu não vi a cara dele e não tinha noção de como ele era, Havia 3 bebés na maca, a enfermeira disse: Podes tirar o teu filho, agora imaginem eu que nem cheguei de o ver como ia saber qual era o meu? Fiquei lá durante uns minutos a observar e a me perguntar qual deles é o meu, sabem qual foi a coisa que me safou? Uma manta que a minha tia havia me oferecido, era amarela clara e tinha dois patinhos, o bebé que estava enrolado naquela manta é o que eu tirei e graças a Deus é o meu filho.

Hora da amamentação : Creio que esse já deve ter acontecido com muitas de vocês, na hora da amamentação o meu filho começou a se engasgar, e eu fiquei apavorada,  porque nos momentos de aflição nem pensamos em condições mal conseguimos raciocinar  e ele não parava de tossir e eu posso jurar que escorreram lágrimas dos meus olhos, pensei mesmo que ele ia morrer engasgado, porém consegui ficar calma chamei a enfermeira e graças a Deus mais uma vez ficou tudo bem.

E tudo isso no meu primeiro dia de mãe, desejo-vos muito sorte no vosso primeiro dia de mãe, porque depois disso ainda virá muita coisa porque na verdade não existe nenhum livro ou artigo e nem mesmo a internet pode te preparar para ser uma boa mãe, ser mãe é algo que você so há de conseguir depois do bebé nascer e você vai ganhando experiência a medida que os anos vão passando,mas os bons momentos sempre vão recompensar os momentos difíceis, e uma mãe batalhadora sempre será perfeita, não é em vão que amamos tanto as nossas mães certo?

O amor de mãe é incondicional, não há nada no mundo que supere uma ligação especial entre mãe e filho.

Os braços de uma mãe são feitos de ternura e os filhos dormem profundamente neles( Victor Hugo).

Não se esqueça de lembrar sempre a sua mãe o quanto você a ama, infelizmente elas não duram para sempre.

Por: Odalys Madalena Dinis Pereira

%d bloggers like this:
Optimized with PageSpeed Ninja